Educar os pets sozinho e sem a ajuda de um profissional pode parecer muito difícil, mas basta adicionar alguns hábitos simples de adestramento à rotina para ver a mudança acontecer. Um grande mito é acreditar que só é possível ensinar algo aos cães filhotes. Mesmo depois de adultos eles são muito flexíveis e se adaptam a novas rotinas.

Muito latido

Latir é algo natural aos cachorros, mas algumas raças são mais “barulhentas” do que outras. Enquanto cães de pastoreio (como o Border Collie e Pastor Alemão) costumam latir menos, os de pequeno porte (como Maltês, Yorkshire e Schnauzer) dificilmente serão silenciosos. Uma forma de diminuir a frequência dos latidos é fazer com que os pets gastem muita energia. Eles precisam passear, correr e brincar. Quanto mais estressado o cão estiver, mais ele vai latir.

Destrói tudo o que vê pela frente

Os cachorros têm três necessidades básicas: cavar, destrinchar e roer. Para canalizar toda sua energia em algo que não seja o sofá de casa ou os sapatos, é preciso enriquecer o ambiente com opções variadas (e melhores que os seus móveis).

Uma boa dica é fazer um rodízio de brinquedos. Espalhe pela casa e troque os brinquedos todos os dias. Os bichinhos gostam mesmo é de uma novidade. Bolinhas, cordas e roedores de borracha ajudam muito.

Pula muito

Cães respondem aos estímulos que recebem. Se você sempre chegar em casa agitado, o cachorro vai retribuir da mesma forma. Para evitar os pulos inesperados, o melhor a se fazer é ignorar o pet enquanto ele estiver eufórico.

Mas esse aprendizado não ocorre de um dia para o outro. Às vezes levam semanas para que o cachorro entenda que não deve pular em ninguém. Também repita palavras como “não” ou “fica”, para que o cão vá entendendo aos poucos.

Não anda ao lado durante o passeio

Quem comanda o passeio é o líder, ou seja, o humano. O cachorro precisa entender que ele está acompanhando o tutor no passeio e não o contrário. O ideal é ter uma guia curta para que ele fique o mais próximo possível durante a caminhada.

Come muito ou muito rápido

A comida deve sempre ser porcionada e oferecida em horários determinados. O cachorro que tem comida à vontade não tem desafios e isso é algo fundamental para a felicidade deles.

Uma alternativa é colocar toda a ração em uma garrafa pet e fazer alguns furos ao longo do plástico (grandes o suficiente para que apenas alguns grãos passem). Eles se divertem, gastam energia e ainda comem devagar.

%d blogueiros gostam disto: