Muitos estudos já indicaram que ter cães como animais de estimação está associado a uma melhor saúde física. No ano passado, o Medical News Today relatou um estudo que mostrou que ter um cão reduz o risco de morte prematura de uma pessoa em até um terço.

Além disso, pesquisadores da Universidade de Harvard sugerem que os donos de cães têm um menor risco de doença cardíaca. Qual o motivo? É difícil explicar, já que os estudos não conseguem estabelecer uma relação causal entre ter um cão e desfrutar de uma saúde melhor. Mas existem algum indicativos.

Os benefícios podem aparecer graças a uma série de fatores relacionados aos ajustes de estilo de vida que as pessoas tendem a fazer depois de decidirem adotar um amigo canino.

A primeira grande mudança é a atividade física. Não há como evitar: se você possui um cachorro, você tem que se comprometer com caminhadas pelo menos duas vezes ao dia – e até mais.

De acordo com um artigo publicado no Journal of Physical Activity and Health, os donos de cachorros são mais propensos a caminhar por motivos de lazer do que pessoas que não possuem animais.

Além disso, vários estudos recentes – incluindo um da Universidade do Missouri em Columbia e outro da Glasgow Caledonian University no Reino Unido – descobriram que adultos com 60 anos ou mais têm melhor saúde graças ao exercício “forçado” que fazem ao passear com seus cães.

Mas talvez o maior benefício de compartilhar sua vida e sua casa com um amigo canino é que eles trazem uma “vibe de bem-estar” quase instantaneamente. É quase impossível não se animar, mesmo depois de um árduo dia de trabalho, quando você é recebido por um cachorro que está lhe esperando!

Essa explicação é simples. Isso acontece devido aos efeitos da oxitocina, o “hormônio do amor”.

*Com informações de MedicalNewsToday // https://www.medicalnewstoday.com/articles/322868.php

%d blogueiros gostam disto: