10 minutos? Sim! 10 minutos interagindo com gatos e cães podem reduzir significativamente o nível de hormônio do estresse de uma pessoa, de acordo com um estudo de estudantes universitários publicado recentemente.

Esse estudo é o primeiro a demonstrar uma redução no nível de cortisol, o hormônio do estresse, durante uma intervenção real, e não em um ambiente de laboratório.

Os participantes do estudo foram divididos aleatoriamente em quatro grupos. O primeiro grupo teve interação prática com gatos e cães em pequenos grupos por 10 minutos – acariciando, brincando ou apenas estando com os animais de estimação. O segundo grupo observou outros interagindo com os animais enquanto esperavam na fila por sua vez.

O terceiro grupo assistiu a uma apresentação de slides dos mesmos animais disponíveis durante a intervenção, enquanto o quarto grupo estava “em lista de espera”.

Dentro do escopo do estudo, os pesquisadores coletaram várias amostras de cortisol salivar de cada participante durante o dia, logo ao acordar e depois da interação animal, para medir o nível de cortisol.

Os pesquisadores descobriram que aqueles que lidavam com cães e gatos apresentavam níveis significativamente mais baixos de cortisol após sua interação de 10 minutos, mesmo aqueles que começaram com níveis muito altos de cortisol.

“Apenas 10 minutos podem ter um impacto significativo”, disse Patricia Pendry, professora associada do Departamento de Desenvolvimento Humano da WSU, ao Science Daily. “Os estudantes do nosso estudo que interagiram com gatos e cães tiveram uma redução significativa no cortisol, um hormônio do estresse importante”, disse ela.

“O que queríamos aprender era se essa exposição ajudaria os alunos a reduzir o estresse de uma maneira menos subjetiva. E foi isso que aconteceu, o que é importante, porque a redução dos hormônios do estresse pode, ao longo do tempo, trazer benefícios significativos à saúde física e mental”. ela explicou.

%d blogueiros gostam disto: