Estamos sempre com a câmera do celular aberta para registrar os melhores momentos dos nossos amigos peludos, não é mesmo? É só conferir o rolo de fotos de um tutor e verificar: são milhares delas! Por isso vamos compartilhar aqui algumas dicas que podem ajudar você a conseguir aquele registro perfeito, que vai fazer muito sucesso no feed do Instagram!

Para destacar os detalhes dos olhos e dos pelos, tirar foto de cachorro posicionando a câmera na altura do olhar, bem próximo ao cãozinho, é um grande diferencial. Além disso, apostar em um fundo que contraste bem com o cachorro deixará a imagem ainda mais bela. Mas cuidado com o flash. A luz pode assustar o animal e causar o efeito de olhos vermelhos se for feito no ângulo incorreto. Por isso, opte sempre por ambientes bem iluminados, de preferência com luz natural. Se não for possível, o ideal é ligar as luzes do cômodo. E lembre-se: nunca posicione o pet contra a luz. Isso impede que ele seja visto na foto, causando sombra.

Outra boa dica é oferecer recompensas durante as fotos. Dar um petisco ou fazer carinho depois das fotografias pode ser uma forma de fazer com que ele se interesse, mesmo não entendendo o motivo de tantos flashes. Criar esse hábito com o bichinho pode fazer com que ele entenda que, ao se comportar durante as fotografias, será recompensado. Mas, apesar desse pequeno truque, paciência é fundamental com os animais. Seu cachorro não está muito interessado na foto, então para conseguir o clique que você deseja, pode ter que esperar algum tempo.

Fotografar pela manhã também é uma boa opção.  Quanto mais cedo, melhor. Assim eles não sentem o calor e podemos pegar fotos com eles de boca fechada sem cansaço. Você pode aproveitar o tempo durante o passeio para fazer os registros, enquanto seu cachorro está distraído com a paisagem. Vale ressaltar que é imprescindível respeitar os limites dos cãezinhos, sem os colocar em posições ou situações desconfortáveis apenas para garantir as fotos desejadas. Por isso, sempre esteja atento se o seu pet se sente confortável para as fotografias e apresenta sinais de diversão.

Agora, se você quer fazer um registro dele em movimento, a melhor forma é que você fique deitado no chão, com os cotovelos apoiados, pegando na mesma altura dele. Assim, quando ele passar correndo, você poderá clicar sem correr o risco de ficar com a foto tremida.

 

%d blogueiros gostam disto: