Para muitos adultos mais velhos, limitações de mobilidade, problemas de saúde e baixa energia podem ser uma barreira para a atividade social. Especialmente em idosos que vivem sozinhos, o isolamento social pode levar à solidão, depressão e problemas de saúde física. Demonstrou-se que a terapia com animais de estimação beneficia os idosos, melhorando os sintomas de depressão e ansiedade, aumentando o autocuidado e até melhorando a saúde do coração. E a explicação é que dar e receber amor incondicional é literalmente bom para o seu coração.

A Pets for the Elderly Foundation, uma instituição de caridade nacional comprometida em conectar idosos com animais de terapia, coletou pesquisas sobre terapia de animais de estimação para idosos. Esses estudos discutem o impacto fisiológico e psicológico dos animais na qualidade de vida dos idosos. Aqui estão suas descobertas:

BENEFÍCIOS FÍSICOS

– Saúde do Coração: a interação frequente com um animal de estimação pode reduzir a pressão arterial e o colesterol, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares.
– Atividade melhorada: caminhar, se arrumar ou brincar com um animal de estimação aumenta a frequência da atividade física e do exercício, o que, por sua vez, traz inúmeros benefícios à saúde.
– Comportamento Saudável: aqueles que possuem um animal de estimação tendem a cuidar melhor de si mesmos. Cuidar de um animal de estimação ajuda a desenvolver uma rotina, incentivando os donos a comerem regularmente ou completarem tarefas e outras tarefas.

BENEFÍCIOS MENTAIS E SOCIAIS

– Maior interação: passear com um cachorro tira os donos idosos de casa e aumenta suas oportunidades de socializar com os vizinhos.
– Diminui a solidão: animais de estimação proporcionam companhia, dando aos idosos isolados uma fonte de afeto, conversa e atividade.
– Alívio do estresse: estar com um animal de estimação aumenta os níveis de serotonina, o hormônio do “sentir-se bem” que alivia o estresse. Também proporciona contato físico, o que ajuda a acalmar a ansiedade.
– Melhor auto-estima: para os idosos desencorajados por sua idade, aparência ou habilidades limitadas, os animais de estimação são uma companhia bem-vinda, lembrando aos idosos que eles ainda são capazes de serem amados e necessários.
– Senso de propósito: a companhia de um animal fornece uma razão para se levantar de manhã. Animais de estimação combatem os sintomas de depressão, eliminando sentimentos de inutilidade ou desamparo. Saber que são amados e necessários melhora a saúde mental dos idosos.

%d blogueiros gostam disto: