23

janeiro

Algumas dicas para investir de forma correta no mercado de pets

O Brasil é o segundo país no mundo com a maior população de cães e gatos e o terceiro em faturamento com a venda de produtos e serviços desenvolvidos para pets. O mercado é lucrativo, mas também bem rigoroso com as regras. Se você está pensando em abrir um petshop, fique atento e pesquise sobre todas as necessidades básicas antes de começar seu negócio.

Primeiro de tudo, vá em busca do seu alvará de funcionamento. Algumas vezes, a vizinhança não aceita muito bem a ideia de ter como vizinho um estabelecimento com dezenas de cachorros. Por isso também é importante pesquisar bem a área e instalar-se em uma zona mista, que tenha residências e comércio.

Uma boa prática para não arrumar problemas com os moradores mais próximos é isolar acusticamente o espaço. As instalações também precisam ser adequadas. É fundamental que o petshop ofereça boas condições de higiene, luminosidade e pouco barulho, para que o bicho não fique estressado.

O Sebrae disponibiliza um material bem completo para quem quer pesquisar e conhecer mais sobre o assunto antes de entrar no mercado. Vale a pena conferir aqui.

 

Deixe uma resposta

Os campos com * são obrigatórios

sete + nove =