06

março

Como viajar de carro com seu cachorro numa boa

Coisa boa é pegar a estrada e curtir as férias, não é mesmo? E se você quiser, você pode levar seu cachorrinho junto, sem nenhum problema! O primeiro passo e mais importante é conferir se o seu destino é pet friendly e aceita animais de estimação.

Feito isso, você também deve fazer uma análise prévia do comportamento do seu cachorro no dia a dia. Ele fica feliz quando anda de carro? É tranquilo e calmo o suficiente para não se estressar com a mudança de ambiente?

Se ele já dá sinais que não gosta de andar de carro nem na cidade, então aborte a ideia de pegar a estrada com seu dog. Mas se ele geralmente é tranquilo, alguns poucos cuidados vão fazer a viagem de vocês ser um grande sucesso!

O Código de Trânsito Brasileiro não contém nenhuma especificação sobre a utilização de cintos no transporte de animais de estimação. Porém, para garantir a segurança do pet e do motorista, que precisa estar concentrado no trajeto, os veterinários recomendam que os bichinhos sempre passeiem devidamente acomodados, de modo que fiquem protegidos em caso de colisão.

Cães de porte pequeno podem viajar em caixas transportadoras adequadas ao tamanho ou, ainda, em cadeiras de transporte com cinto de segurança específico. Já os cães de porte médio e grande ficam melhor acomodados em porta-malas abertos, como os de veículos SUV, peruas e vans.

Durante o trajeto, o dono também deverá se preocupar em garantir que a temperatura dentro do carro seja agradável, que o pet não receba luz direta do sol e conte com boa ventilação.

Viagens longas pedem pausas a cada duas ou três horas, para que os cachorros possam se movimentar, esticar as patinhas, e também fazer suas necessidades fisiológicas. Porém, uma vez que o animal estará num ambiente estranho, o recomendado é que seja mantido com coleira e guia, para evitar fugas.

Antes de pegar a estrada, lembre de verificar se as vacinas, antipulgas e desvermifugação do seu cachorro estão em dia. É importante para a saúde dele e também para a de todos os que irão conviver com seu cão.

Aproveite a ida ao veterinário e pergunte sobre um kit de emergência. Você pode pedir um medicamento para enjoo, por exemplo, para o caso do seu cachorro eventualmente passar mal no trajeto.

Com todos esses cuidados tomados, sua viagem vai ser uma delícia! É só aproveitar e curtir com seu pet!

VIA / VIA

Deixe uma resposta

Os campos com * são obrigatórios

três × 2 =