01

fevereiro

Cuidados ao levar seu cão para a praia

A temporada de praia começou e é claro que você quer levar seu cãozinho junto para a viagem com a família, não é mesmo? Mas temos que lembrar aqui que esse não é um ambiente muito confortável para os animais. É fácil entender: muita areia, água, sol e calor. Um prato cheio para aparecimento de lesões de pele e muita coceira.

Além disso, o ouvido sofre bastante com a umidade da praia. Cachorros com orelhas pendulares como Cocker Spaniel, Golden, Labrador têm ainda mais chances de sofrerem qualquer tipo de inflamação.  Se o cachorro entrar no mar, a coisa pode ficar ainda pior. A água do mar dentro do conduto auditivo, com areia e calor será o ambiente ideal para  o crescimento de microrganismos como bactérias e fungos que provocam a otite.

O cachorro também fica muito exposto a diferentes verminoses, em função de outros animais não vermifugados que possam ter passado pela areia. Se não estiver corretamente medicado, o próprio cão pode transmitir doenças para as pessoas que passam pela praia. A mais comum é o bicho geográfico, transmitida através do contato da área com as fezes contaminadas.

Poxa, mas então como levar meu cãozinho para a praia, você deve estar se perguntando? O ideal é levá-lo para aproveitar as férias longe do mar e da areia. Você pode circular com ele pela cidade, pelo calçadão, levando na guia. Ele vai aproveitar, brincar e ficar longe dos riscos.

É importante consultar seu veterinário sobre o uso de um protetor solar especial para cães, pois o sol costuma ser mais forte e intenso nessas regiões. O cachorro também precisa tomar uma medicação especial para prevenir a Dirofilariose (uma doença que acomete o coração dos cães comumente transmitida na praia e em locais com pernilongos, próximos a rios).

Tomando todos esses cuidados, seu companheiro estará seguro e livre de doenças que podem prejudicar a saúde dele pelo ano todo. Aproveitem a praia com segurança.

Via

Deixe uma resposta

Os campos com * são obrigatórios

três × três =