29

outubro

Primeiro passeio com seu cão filhote

dog-237187_1920

 

Você já deve ter notado que ao passear no parque alguns cães são agitados e outros são mais comportados. Alguns são desconfiados e outros são receptivos a outros cães. Além, claro, daqueles que latem por tudo ou que puxam os humanos pela guia. Pois saiba que o comportamento do animal está diretamente ligado aos ensinamentos que recebem desde que são filhotes.

O indicado é que os passeios iniciem a partir dos dois meses de idade, de modo que se torne um hábito prazeroso para o animal. Vale lembrar que os cães só podem ter contato com outros animais depois que todas as vacinas estiverem em dia, assunto que já falamos aqui no PetBlog.

Antes de levar o cão para a rua, acostume-o a usar a coleira e a guia passeando com você dentro de casa. Para cães filhotes recomenda-se o uso de uma coleira de nylon adaptável ao tamanho do animal. Como nem todos os cães gostam de usar a coleira no início dos passeios, selecionamos algumas dicas para facilitar a sua tarefa.

Para colocar a coleira, distraia o cão com um petisco. Então, coloque a coleira nele e só depois disso dê o petisco para ele comer. Repita esse exercício algumas vezes ao dia, assim ele vai associar a coleira com a experiência boa de comer um petisco.

Para que o cão aprenda a acompanhar o seu ritmo de caminhada, treine o passeio com a coleira presa na guia dentro de casa. Chame a atenção dele para um brinquedo, então comece a andar com ele em linha reta usando o brinquedo para atraí-lo, sempre com a guia frouxa. Caso o cão morda ou puxe a guia, pare e espere.

Quando fizer o primeiro passeio na rua leve o cão na coleira, porque assim você sentirá maior segurança e tranquilidade para curtir esse momento especial. Adote o uso de coleira e guia mesmo se o cão for adestrado, porque caso aconteça um imprevisto e você tenha que prendê-lo ele já estará habituado, facilitando o controle da situação.

Lembre-se de sempre levar seu pet com a guia frouxa e usar isso como uma forma de comunicação: se ele puxar a guia para tentar alcançar algo, você vai parar e esperar até que a guia afrouxe novamente para continuarem o passeio. É recomendado que você efetivamente pare e permaneça imóvel até que a guia afrouxe, continuando o passeio somente depois que o cão retornar à condição inicial. Não diga nada durante esse exercício, apenas pare quando sentir a guia tensionada, pois assim fará ele entender que se continuar puxando a guia não conseguirá chegar onde deseja.

O passeio apresentará um mundo novo para o cão. Ele verá muitos postes, árvores, carros. Encontrará outros cães, outras pessoas e também as crianças que (quase) sempre vão tentar tocá-lo. Serão muitos atrativos e, possivelmente, ele vai ficar bem ansado no final. Por isso, tenha paciência e lembre de levar água fresca para o animal beber durante a aventura.

Dra. Lorena Bigatti – CRMV – 4995

Deixe uma resposta

Os campos com * são obrigatórios

um × 3 =